40 e então?
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Com Ana Brito e Cunha, Fernanda Serrano e Maria Henrique

SÁBADO, 27 de SETEMBRO, 22h00

Ana Brito e Cunha, Fernanda Serrano e Maria Henrique regressam ao palco dez anos depois do sucesso de “Confissões das Mulheres de 30”. Com elas trazem histórias comoventes, divertidas, de afetos, histórias novas e antigas que os anos fazem viver de forma diferente. São histórias contadas por outras mulheres, com vivências diferentes, a quem a idade não assusta ou, talvez, assusta e muito.

Em “40 e então?” a vida é assumida sem tabus ou adoçante. A idade é um posto e as atrizes dão voz a textos seus e de autoras nacionais, mas, sobretudo, a todas as mulheres que já estiveram, estão ou vão entrar na década da ternura.

 

Direção: Sónia Aragão | Textos: Ana Bola, Ana Brito e Cunha, Helena Sacadura Cabral, Inês Maria Meneses, Leonor Xavier, Maria Henrique, Sílvia Batista, Sónia Aragão, Rita Ferro e Rute Gil | Figurinos: Isabel Carmona | Desenho de Luz: Luís Duarte | Produção: UAU | Interpretação: Ana Brito e Cunha, Fernanda Serrano e Maria Henrique

 

Grande Auditório | 1h30 | M 16 anos | Entrada: 5,00; 12,50; 15,00 euros

 
Tribos
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Com António Fagundes e Bruno Fagundes



SÁBADO, 11 de OUTUBRO, 21h30
DOMINGO, 12 de OUTUBRO, 16h00

“Tribos”, enorme sucesso no Royal Court Theater, em Londres, e vencedor do prémio New York Drama Critics, chega agora a Portugal com um elenco de luxo, protagonizado por António Fagundes e Bruno Fagundes, pai e filho que se encontram pela primeira vez em palco no nosso país.

Billy nasceu surdo no seio de uma família sem deficiências auditivas. Foi criado dentro de um casulo ferozmente idiossincrático e politicamente correto, adaptando-se brilhantemente ao comportamento pouco convencional da sua família. Mas quando Billy conhece Sylvia, uma jovem mulher prestes a ficar surda, conhece uma nova realidade. Este será o ponto de viragem que o colocará, assim como ao público, perante a dúvida do que realmente significa pertencer a algum “lugar”.

“Tribos” é uma comédia perversa, da autoria de Nina Raine, que promete criar uma inusitada relação com a plateia – entreter, provocar e ao mesmo tempo entregar um extraordinário momento ao público.

Autor: Nina Raine | Tradutor: Rachel Ripani | Diretor: Ulysses Cruz | Intérpretes: Bruno Fagundes, Arieta Correia, Eliete Cigaarini, Guilherme Magon, Maíra Dvorek e António Fagundes | Produção: Plano 6

O espetáculo do dia 12 de outubro vai ser de acessibilidade para surdos, com uma intérprete de Língua Gestual do lado esquerdo do palco, na perspetiva do público.

Grande Auditório | 1h20 | M 14 anos | Entrada: 18,00 euros

Não será permitida a entrada de público após o início do espetáculo

Apoio:

 
<< Início < Anterior 1 2 Seguinte > Final >>
Pág. 1 de 2

Newsletter